Como preparar Milho tradicional da Ilha da Madeira

Como preparar Milho tradicional da Ilha da Madeira

Como foi dito o Milho cozido é um prato secular genuíno da gastronomia madeirense, frequentemente encontramos nos restaurantes do arquipélago e serve como acompanhamento de carnes e peixes.

Esta iguaria foi a base da alimentação da classe mais pobre madeirense até o século XIX, hoje é um prato da moda nos restaurantes e faz parte da ementa.

A carência de outros cereais como o trigo, por exemplo, levou o milho a ganhar importância na mesa dos insulares porque o cereal era a principal fonte de alimentação da população local, como já dito, era o alimento dos pobres,  por isso sua ligação com o milho é muito antiga.

A princípio ele era importado das Américas e de Cabo Verde, porém, não tardou para que a população local o plantasse.

No meio rural o milho era servido de diversas formas: papas de milho, milho escaldado, estroçado e maçaroca, com o milho pilado preparava-se um caldo com cebo de carneiro ou de boi ou umas papas com leite.

A importância do cereal era tanta na dieta alimentar da sociedade madeirense, que gerou, nas duas grandes guerras, uma certa apreensão na população pelo temor de ficar desabastecidos.

Deste milho tradicional da Ilha da Madeira, também conhecido popularmente como papas de milho, guarda-se uma certa quantidade no frigorifico e prepara-se o milho frito que também come-se acompanhado de carnes e é o principal acompanhamento das espetadas madeirenses, logo,  faz parte da dieta alimentar do povo madeirense e é igualmente delicioso.

 

  • 1kg Farinha de milho (Arina pan)
  • 300g Couve picada
  • Sal q.b.
  • 200g Banha de porco
  • 1 Cubo de caldo Knorr de porco
  • 1 Colher de chá de pimenta chili
  • 1 Colher de sopa de alho picado

 Dados úteis sobre a receita

  • Tempo de preparação: 90 minutos
  • Grau de dificuldade: médio
  • Número de pessoas que serve: depende

Num tacho ao lume com mais ou menos 800ml de água morna adicione uma certa quantidade de farinha de milho.

Envolva muito bem a farinha na água.

Quando os ingredientes estiverem bem envolvidos, vá adicionando água quente aos poucos para acelerar o processo de cozimento.

Sempre mexendo para não encaroçar o milho.

Mexendo e verificando se é necessária mais água quente para adicionar ao preparado.

Após alguns minutos do milho a ferver, acrescente o alho, o chili, a banha de porco, o caldo Knorr, o sal, mexa todos os ingredientes para incorporar.

Sempre a mexer, acrescente mais um pouco de água quente ao milho.

Adicione a couve picada e envolva tudo muito bem.

Acrescente mais água a ferver.

Tape o tacho e deixe a cozer durante 45 minutos, entretanto, de 10 em 10 minutos vá verificando o preparado para não queima e se é necessário adicionar mais água.

Passados 25 minutos do tempo necessário adicione o resto da farinha de milho para que as papas fiquem mais consistentes.

Adicione aos poucos farinha e sempre mexendo para não criar caroços.

Para saber se o milho tradicional da Ilha da Madeira está na consistência certa, coloque a colher de pau no meio do tacho e se ela ficar em pé, é porque está boa a consistência.

Mexa, tape o tacho e deixe a cozer por mais 20 minutos.

Passados os 20 minutos, desligue o lume e retire ainda quente para os pratos.

Use de preferência pratos fundos.

Reserve uma certa quantidade para um refratário e deixe arrefecer para preparar o milho frito.

Sirva Milho tradicional da Ilha da Madeira como acompanhamento de peixes ou carnes.

Espero que gostem e bom apetite.


Social media & sharing icons powered by UltimatelySocial